quarta-feira, 4 de maio de 2011

Fotografias do nosso 17º Almoço-Grutas de Santo António

Alguns dos trabalhos do Rafael Mira
Utensílios de lavoura e de carpinteiro feitas pelo Mira
Aspectos do nosso almoço.Elementos da C.Caç 2311
Diogo e Joaquim Pereira"Menino Jesus" ( 2309) e esposas
Eduardo Ribeiro (2309), Esposa e esposa do Leonel Caravalho
Grupo da C.Caç. 2309 em frente está o Leonel Carvalho
Da C. Caç 2309 o Mário e o Diniz
Outro aspecto do almoço
Os casais, Martins, Santiago e Amaral e esposa do Catalo (autor das fotos)
Zé Barros, Carvalho, Linhas, Pereira,Rafael,Lima, Amaral e Manuel Oliveira"Tótó"
Igreja da Louriceira onde foi realizada a missa

Meus amigos realizou-se o nosso 17º. almoço.É sempre com muita satisfação e alegria que festejamos esta data.
Desta vez apareceram camaradas que já algum tempo andavam afastados desta nossa comemoração, foram os casos do Lima e "Tótó"ex-furrieis da CCS e do nossos camaradas Amaral e Silva da Ribeira Grande, Ilha de S. Miguel-Açores, acompanhado de sua esposa e cunhada e ainda o Moita da Cruz ex-furrieis da 2309, o Leal da 2311 e o Correia da 2310.
Cito estes camaradas por serem pessoas com quem eu mais lidava no entanto houve mais companheiros que voltaram de novo após algumas ausências.
Houve muito entusiasmo da parte de todos, sinal que o tempo que vivemos deixou raízes que jamais deixarão de existir.
Foi também com muita tristeza que tomei conhecimento do falecimento recente do nosso companheiro Gregório ex-furriel da 2311 ele que também organizou um almoço em Castelo Branco(paz à sua alma).
Quero também agradecer ao nosso camarada Nelson Henriques a organização deste almoço. Foi incansável na organização e na sua realização, não é fácil fazer um coisa destas e muito mais valor tem pelo facto de ser só a realizar esta proeza.
Gostaria também de pedir ao Nelson(caso possa)para acompanhar o meu amigo Eduardo Ribeiro na organização do próximo almoço(isto se for ele a realizá-lo), pois tenho a certeza de que os seus conhecimentos serão muito úteis.
Quero também agradecer ao Rafael Mira o carinho com que nos brindou apresentando os seus trabalhos, que foram elogiados por todos (junto algumas fotos).

Gostaria que os meu amigos comentassem estas minhas palavras, mesmo contrariando algo que não estejam de acordo. Sabe bem ouvir as criticas de quem nos lê e eu gostava muito que todos os camaradas dissessem coisas sobre o nosso almoço e também contassem as vossas histórias do tempo que estivemos em Angola. No final de cada página há uma linha que diz comentários, pois é através desse espaço que poderão falar de vós e dos outros.

Tenho em meu poder listas dos nomes dos camaradas do batalhão. Estou a apagar aquilo que não interessa para que apenas fiquem os nomes, as localidades e o distrito que poderão ser das residências actuais ou das que tinham quando foram prestar o serviço militar.
Fico também a aguardar que os camaradas digitalizem as vossas fotos e as mandem para o meu e-mail, (jcatalo@gmail.com) de modo a serem publicadas.

Obrigado a todos por mais este convívio esperando que para o ano continuemos com a mesma satisfação.

José Catalo
video

3 comentários:

  1. Mais um almoço de convívio do Bat. 2833, mais um dia de alegria destes jovens ( De 65 anos ) permitam-me que assim diga ( Somos jovens enquanto participar-mos neste convivio se se realizar!
    Quero aqui relembrar as palavras de um discurso do nosso Comandante Coronel Campos em Castelo Branco. ( salve o erro ) Enquanto houver dois elementos do Bat. 2833, este convívio tem que ser feito, ! Claro; nessa altura só com dois!! Vamos pedir a Deus saude, para poder continuar por muitos mais anos!! Um abraço até pró ano......

    ResponderEliminar
  2. Como é hábito,o meu amigo tem sempre uma palavra
    de estímulo para todos nós. Obrigado Joaquim Afonso.

    ResponderEliminar
  3. Amigos, Afonso e Catálo:
    Obrigado pelas vossas palavras de elogio, julgo ter feito o meu melhor, para que o 17º Convivio do nosso Batalhão 2833, tivesse sido um bom dia de convivio e de grande convivência fraternal, entre não só os ex-militares, como tambem de todos os seus familiares que nos acompanharam. Amigo Catálo no que eu puder e souber o Eduardo Ribeiro da Régua pode dispor.
    Foi notória a ausência de colegas, que eram habituais, alguns até de muito perto, não sei o que se passou, só desejo que nada de mal tenha acontecido. Das 244 pessoas presentes, 110 eram ex-militares, embora eu tenha enviado 355 cartas. Tivemos colegas dos Açores, Portimão, Braga, Morais/Macedo de Cavaleiros; Régua, etc, etc, isto só para referir alguns, de mais longe. Para todos muita e boa saúde e se Deus quizer para o ano lá estaremos de novo no 18º Convivio do nosso batalhão.
    Um Grande abraço
    Nelson Henriques

    ResponderEliminar